EXPERIÊNCIA, ALTERIDADE E SUBJETIVIDADE: NEXOS COM O ENSINO-APRENDIZAGEM NA GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO: RELATO DE EXPERIENCIA / EXPERIENCE, ALTERATION AND SUBJECTIVITY: LINKS TO TEACHING-LEARNING IN GRADUATION IN NUTRITION: EXPERIENCE REPORT

Cláudio José de Souza, Luciene Ramos Moreira da Cunha, Thaynara Braga Brito, Carina de Aquino Paes, Edna Ribeiro dos Santos, Felipe de Souza Cardoso, Amanda da Silva Franco, Daniel Alves de Oliveira

Abstract


Objetivo: Relatar a experiência da narrativa como instrumento de avaliação da aprendizagem dos acadêmicos de enfermagem. Metodologia: trata-se de um relato de experiência dos acadêmicos do curso de nutrição da Faculdade Bezerra de Araújo – Rio de Janeiro, que teve como base o estudo interdisciplinar no desenvolvimento de um produto alimentício. Resultados: a experiência possibilitou a integração dos vários saberes disciplinares, para a execução do trabalho proposto. Conclusão: a utilização de estratégias de ensino-aprendizagem que suplantem a educação tradicional ou bancária e coloque o discente como sujeito integrante e ativo no seu processo de aprendizagem, propiciando-lhe um ambiente criativo e de transformação da realidade.

 

Objective: to report the experience of the narrative as an instrument to evaluate nursing students' learning. Methodology: this is an experience report of the nutrition students of the Bezerra de Araújo College, Rio de Janeiro, which was based on an interdisciplinary study in the development of a food product. Results: the experience allowed the integration of the various disciplinary knowledge, for the execution of the proposed work. Conclusion: the use of teaching-learning strategies that supplant traditional education and place the student as an integral and active subject in their learning process, providing a creative environment and transformation of reality.

 

Article visualizations:

Hit counter

DOI

Keywords


ensino; aprendizagem baseada em problemas; ciências da nutrição / teaching; problem-based learning; nutrition sciences

References


Abrahão, A. L.; Merhy, E.E. Formação em saúde e micropolítica: sobre conceitos-ferramentas na pratica de ensinar. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 18, n. 49, June 2014 . disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832014000200313&lng=en&nrm=iso . access on 22 Dec. 2014. http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622013.0166.

Bondía, J.L. “Notas sobre a experiência e o saber de experiência”. In: ANPED. Revista Brasileira de Educação. n. 19. Campina/SP: ANPED/ Autores Associados, p. 20-28, jan-abr. 2002.

Bondia, J.L. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Tradução Alfredo Veiga-Neto. Porto Alegre: Contrabando, 1998.

Brasil. 1999. Centro de vigilância Sanitária de Secretaria de Estado da Saúde. Portaria CVS 6/99, de 10.03.99. Dispõe sobre o regulamento técnico, parâmetros e critérios para o controle higiênico-sanitário em estabelecimento de alimentos. Disponível em: http://www.inprocess.com.br/legislacoes

Brasil. Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução – RDC n° 275, de 21 de outubro de 2002. Dispõe sobre o Regulamento Técnico de Procedimentos operacionais padronizados aplicados aos Estabelecimentos produtores/Industrializados de alimentos e a Lista de Verificação das Boas Práticas de Fabricação em Estabelecimentos produtores/Industrializados de alimentos. Agencia nacional de Vigilância Sanitária. 2002. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/5125403/4132350/ResoluuoRDC27521.10.2002.pdf

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa n° 21, de 31 de julho de 2000. Disponível em: http://www.cfmv.org.br/portal/legislacao/outras_normas/instrucao_normativa_020_MAA.htm

Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES nº 5, de 07/11/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição. Brasília: Câmara de Educação Superior; 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES05.pdf

Brasil. Resolução n° 259 de 20 de setembro de 2002. Aprova o Regulamento Técnico sobre Rotulagem de Alimentos Embalados. Disponível em: http://www.ibravin.org.br/admin/arquivos/informes/1455824267-1ed.pdf

Brasil. Resolução n° 359 de 23 de dezembro de 2003. Aprova Regulamento Técnico de Porções de Alimentos Embalados para Fins de Rotulagem Nutricional. Disponível em: http://www.abic.com.br/publique/media/CONS_leg_resolucao360-03.pdf

Brasil. Resolução n° 360 de 23 de dezembro de 2003. Aprova Regulamento Técnico de sobre Rotulagem Nutricional de Alimentos Embalados, tornando obrigatória a rotulagem nutricional. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/2568070/res0360_23_12_2003.pdf/5d4fc713-9c66-4512-b3c1-afee57e7d9bc

Brasil. Resolução n° 54 de 12 de novembro de 2012. Dispõe sobre o Regulamento Técnico sobre Informação Nutricional Complementar. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/%2033880/2568070/rdc0054_12_11_2012.pdf/c5ac23fd-974e-4f2c-9fbc-48f7e0a31864

Evangelista, J. Tecnologia de alimentos. São Paulo: Editora Atheneu, 2001.

Ferreira, A.B.H. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5ª edição. Curitiba: Positivo, 2010.

Freire, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43ª ed. São Paulo: Paze Terra; 2011.

Japiassú, H. Dicionário básico de filosofia. 3ª edição. rev. e ampliada. Rio de Janeiro: Jorge Zaher Ed. 1996.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


 

 

 

 

Copyright © 2015. European Journal of Education Studies (ISSN 2501 - 1111) is a registered trademark of Open Access Publishing GroupAll rights reserved.

This journal is a serial publication uniquely identified by an International Standard Serial Number (ISSN) serial number certificate issued by Romanian National Library (Biblioteca Nationala a Romaniei). All the research works are uniquely identified by a CrossRef DOI digital object identifier supplied by indexing and repository platforms.

All the research works published on this journal are meeting the Open Access Publishing requirements and can be freely accessed, shared, modified, distributed and used in educational, commercial and non-commercial purposes under a Creative Commons Attribution 4.0 International License (CC BY 4.0).